11 março 2013

Diário de Bordo: Alemanha!

Deutschland!


Parece que foi ontem que eu viajei para Alemanha ... nem acredito que já faz quase um ano ... e eu ainda deveria estar lá até hoje, mas fiquei só uma semana ... deixe-me contar um pouquinho da minha experiência.

No segundo semestre de 2011 eu me desiludi com a faculdade de Filosofia que eu estava fazendo, e pouco antes disso fiquei sabendo sobre essa "coisa" chamada 'au pair'. 

Au pair é uma espécie de babá, cuida das crianças, as vezes precisa levá-las na escola, fazer comida, limpar um pouco a casa ... tudo depende da família para qual for trabalhar, um au pair mora com a família, recebe um salário e alimentação ...! Imaginem, uma das maneiras mais 'fáceis' e baratas de se viajar e morar num país estrangeiro!

Sempre fui inexplicavelmente apaixonada pela Alemanha e unindo a desilusão com a 'facilidade' citada acima comecei a procurar por conta própria na internet famílias alemãs que quisessem uma au pair brasileira. Encontrei e conversei com diversas famílias, até encontrar uma na qual a mãe falava português, pois era portuguesa, e foi com essa que fechei o contrato. 

Não vou entrar em muitos detalhes sobre o contrato, mas se quiserem perguntar alguma coisa é só deixar a pergunta nos comentários, ou mandar um e-mail ;) 

Então, já com o passaporte em mãos, fui a Embaixada da Alemanha no Brasil em Porto Alegre. Tive que fazer uma entrevista em alemão e fui terrivelmente mal (as únicas coisas que sei em alemão, são os números e algumas perguntas básicas como 'qual seu nome'), sai chorando e pensando que jamais conseguiria o visto.

Foi uma espera longa de quase dois meses ... e o medo de receber um passaporte em branco, sem o visto só aumentava ... mas quando finalmente chegou ... estava ali, meu visto de permissão para trabalhar como au pair na minha querida Alemanha *o* 

Assim que recebi o visto, comprei e arrumei as malas e as passagens ... e menos de duas semanas depois eu estava sozinha em meu primeiro voo internacional. Como comentei lá no primeiro parágrafo, eu deveria estar na Alemanha até hoje, pois ia ficar um ano trabalhando por lá ... mas por impulsividade, susto dos primeiros contatos e outras coisas (nada em relação a família que me tratou super bem) eu acabei voltando depois de uma semana. Arrependo-me ... mas ainda sonho em voltar para lá e conhecer diversos outros lugares do mundo algum dia.

Continuando .... meu destino era a cidade de Overath, uma cidade pequena perto de uma cidade mais conhecida chamada Colônia. Meu voo iria até Frankfurt, lá eu teria de retirar a bagagem e pegar um trem ... como pessoa amada por Murphy (lei de Murphy) que sou ... eu entrei no vagão errado (ao menos o trem era correto); tive de me virar com meu inglês basiquíssimo (mas consegui), e no final acabei chegando a Colônia onde a família estava esperando para me levar para 'minha casa'.

Um pouco sobre a Alemanha e os alemães: 

Ao contrário do que muitos dizem, não achei os alemães frios, mesmo quando percebiam que eu não era de lá, tentavam me ajudar no que fosse possível, no aeroporto, no trem (no trem ... eu até conheci uma senhora de Mônaco que estava morando em Bonn e puxou conversa em inglês comigo), em lojas ... !

As casas eram uns amores, aquele telhado em forma de chapéuzinho por causa da neve (infelizmente eu não cheguei a ver neve, pois era primavera por lá). E as cidades pelas quais passei, todas muito limpas ... e com aquelas lixeiras de várias cores para separar, plástico, vidro, orgânico ... na casa da família era assim.

Em uma semana eu conheci muito pouco, mas já pude ficar com aquele gostinho de quero mais. Quando eu decidi que viria embora a "gastmutter" me levou para Colônia, me deu um mapa e me deixou "explorar" ... acredito que o principal ponto turístico seja 'A Catedral de Colônia', e é linda mesmo; e também a ponte Hohenzollern.

Felizmente, tudo fica em volta da Catedral. Dois museus (que eu só vi por fora) o Museum Ludwig e o  Romisch-Germanisches Museum, a ponte fica logo atrás da Catedral ... e caminhando um pouco encontramos várias lojas. Assim, pude ver um pouco de tudo antes de vir embora.

Vi estátuas vivas, uma manifestação a favor dos animais, musicos de rua ... coisas que encontramos por aqui. Almocei no Mc Donald's , e o McChiken de lá tem pimenta (AMO). Ah, me encantei com uma loja da Lego *-* (linda de morrer).

Infelizmente, ouvi duas vezes a música 'Ai, Se Eu Te Pego' do Michel Teló por lá, uma vez passando por um 'sobrado' e outro foi quando duas criancinhas estavam cantando a música em português na pracinha .-.

É gente, uma semana, mas rendeu! Não comprei tantas coisas quanto gostaria de  ter comprado. Mas como disse, um dia eu volto pra lá (:





7 comentários:

  1. Que Fantastico, vooc fooi pra Alemanha!!
    Quando eu tiver 18 anos, eu pretendo ir para fora do Brasil, pretendo ir primeiro pro Japão, rs' sonho de criança rs'
    http://catharinapilegii.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. a alemanha parece linda!
    eu ja fui para muitos países da europa, mas a alemanha sempre tive curiosidade de conhecer

    beijos

    Blog Thais Sempre Diz / Facebook

    ResponderExcluir
  3. Linda!! Tenha certeza que vou fazer o que eu puder para ver você realizando esse sonho. Te amo filha *.*

    ResponderExcluir
  4. Sério que vc já foi pra lá?
    Que tudo de bom *-*
    Sempre quis sair do país, mas o money é muito pouco rs :(

    Beijos
    http://caroleblablabla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. UAU..
    Que corajosa você! Eu não teria esta coragem de sair do meu país para um "incerto". Sei lá..
    Mas legal ter um momento deste para contar! Um máximo!

    Lindas as fotos!

    Beijos
    luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Belíssima, já tinha ouvido falar desses tal de 'au par', até procurei saber mais, um tempo atrás, quando eu estava de férias, mais agora, nem tenho mais tempos com as aulas, agora você reforçou a ideia, rs!

    ResponderExcluir
  7. Uma pena que só deu meio certo para você. Não digo que deu errado, pois você conseguiu extrair desse pouco tempo coisas positivas. Eu já pensei diversas vezes em fazer Au Pair, mas desistir por não me achar boa o suficiente com crianças. Achei o post ótimo, é bom para frisar que nem sempre a decisão de mudar de país, mesmo que temporariamente, é fácil.
    Parabéns pelo post ;) bjs
    www.nathalyporai.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, agora que já leu o post não deixe de dizer o que achou, críticas positivas e negativas ... sugestões ...! "Um blog se alimenta dos seus comentários". ;*

Acompanhe-me no face:

Quem Escreve?

Mônica. Gaúcha, 22 anos, apaixonada por livros, línguas estrangeiras, corujas e pessoas criativas. Futura professora de Espanhol, ama compartilhar suas experiências e devaneios no blog.

Comments

Contact Us

Nome

E-mail *

Mensagem *